ter, 18/04/2017 - 07:52

Timóteo suspende serviço com empresa de radares

Contrato gerava prejuízo de R$ 90 mil por mês ao município. Dívida deixada por outras administrações ultrapassa R$ 2 milhões

Publicidade
A Procuradoria Jurídica da Prefeitura de Timóteo esclareceu na tarde de ontem (17) os motivos que levaram à suspensão dos serviços de monitoramento de trânsito realizados através dos aparelhos de radar distribuídos no município.  A empresa GCT, responsável pelos serviços interpôs, uma ação de cobrança no valor de R$ 2.3.362,950 milhões correspondente a faturas em aberto desde 2011.

De acordo com a Procuradoria Jurídica, foi diagnosticado que além de ineficiente, o serviço gerava prejuízos ao município de R$ 90 mil ao mês. Em virtude dessa situação e o fato de o governo municipal ter adotado medidas de contenção de despesas para o equilíbrio das receitas e despesas, não viu alternativa senão suspender a prestação dos serviços até análise da melhor solução para o trânsito de Timóteo que garanta segurança ao usuário e não onere tanto o município.

Os débitos existentes com a empresa serão tratados na Justiça e o que for decidido será cumprido. Enquanto isso, a Prefeitura, em parceria com a Polícia Militar, vem adotando medidas que garantam melhor segurança ao cidadão de Timóteo não só em relação ao trânsito como em todos os aspectos, incluindo um convênio com o Estado.

dom, 23/07/2017 - 08:33

Em artigo, Joesley Batista diz que vazamento da delação foi 'dia de seu renascimento'

No artigo, Joesley revelou que reagiu com "medo, preocupação e angústia" ao ver a divulgação do conteúdo de seu acordo com a Procuradoria-Geral da República. Passados dois meses de abalo nas estruturas do Palácio do Planalto, ele alega que decidiu "entreg
dom, 23/07/2017 - 07:38

Caso de homofobia causa revolta em clientes do Chopp da Fábrica

Caso ocorreu por volta de meia noite, quando um casal pediu para que não fosse mais atendido por uma garçonete, pelo fato dela ser homossexual
dom, 23/07/2017 - 07:24

Americano lista 50 motivos pelos quais detesta e adora morar no Brasil

Peter Wood mora em Belo Horizonte desde agosto de 2016 e cursa pós-doutorado na UMFG; ele também destaca o que ama e odeia na capital
sab, 22/07/2017 - 14:15

Circuito SESI de Corrida de Rua em Ipatinga está com inscrições abertas

A renda arrecadada com as inscrições será doada para cinco instituições do Vale do Aço