quarta-feira, 23/06/2010

Clesi - 25 anos de luta em prol do fazer literário

Março de 1985. Nasce oficialmente o Clube dos Escritores de Ipatinga. O sonho começa a tomar forma. Sonho de fomentar a produção literária, interagir autores e leitores em torno do fazer literário. E o teatro do Centro Cultural Usiminas será o palco das comemorações que, por coincidência, acontecem no dia 25 de junho, a partir das 20 horas.

Na programação da noite teremos a premiação dos vencedores dos concursos editados pelo 9º Circuito de Literatura, realizado em 2009; lançamento do livro “O Sapinho Lelé”, de Maria Aparecida Eloy, com ilustrações de Bruno Grossi, que integra a Série Giro-Lê; abertura oficial do 10º Circuito de Literatura; entrega de troféus de Mérito Cultural, que será outorgada aos fundadores e incentivadores do Clesi e apresentação da exposição “Clesi – 25 anos”, mostrando um pouco da trajetória da entidade, que conta, desde 2000, com o patrocínio da Usiminas, utilizando os benefícios da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A cerimônia de premiação será abrilhantada pelo Grupo Perna de Palco, que apresentará uma compilação das obras vencedoras.

A presidente em exercício do Clube dos Escritores de Ipatinga, a escritora Nena de Castro, destaca, em artigo que integra a 18ª edição do Jornal Clesi Lítero-Cultural que, “nos dias e noites que se sucederam após sua fundação por um grupo de “louquinhos”, o Clesi se firmou como farol que desvenda o caminho para um mundo mais antenado, um mundo que apesar de tudo, produz beleza, canta e encanta, cura e alimenta espíritos e corações. Incentivando a Leitura, publicando livros, visitando escolas, promovendo concursos literários, unindo escritores e poetas de todo esse país, o Clesi representa, a arte, a força, a unidade, a busca infinda pela Cultura”, destaca a escritora.

Já Marília Siqueira Lacerda, coordenadora da entidade, responsável por receber e selecionar, juntos aos demais membros da entidade, os trabalhos que ano a ano, chegam de todas as regiões do país, destaca que comemorar os 25 anos do Clesi tem um significado pra lá de especial. A escritora destaca que “é sempre uma alegria estreitar, cada vez mais, o vínculo com os que abraçam a causa do incentivo à leitura e o amor à literatura”.

Trajetória do Clesi
O carro chefe do Clube dos Escritores de Ipatinga, ao longo de 16 anos, foi o Festival Estadual de Poesia - FESP, que tem a idade do Clube. Sua 25ª edição será lançada dentro do 10º Circuito de Literatura, que será aberto oficialmente no dia 25 de junho. Ao longo dos anos, o FESP promoveu um grande intercâmbio entre centenas de poetas de todo o Estado de Minas Gerais. Da capital do Estado, ao Vale do Jequitinhonha, os trabalhos partiam e ainda partem rumo a Ipatinga, formando uma corrente sempre contínua e animadora.

A partir de 1994 a entidade passou a realizar o Concurso Regional para Edição de Livros, voltados para autores inéditos residentes na região do Vale do Aço. Com o concurso editou, até 2009, doze títulos de literatura adulta e infantil ( veja relação de livros vencedores abaixo).

Em 2000 instituiu o “Circuito de Literatura”, com a realização de outros concursos como o Concurso de Textos Teatrais; o Concurso Estadual de Contos, que foi editado pela primeira vez em 2001 e que, a partir de 2009, passou a ter abrangência nacional; o FESP – Destaque Infanto-Juvenil, instituído em 2002, para as categorias 8 a 11 anos e 12 a 15 anos, que busca incentivar a produção literária de crianças e adolescentes e o Prêmio Nacional de Poesia – Cidade Ipatinga, editado pela primeira vez em 2002, homenageando o grande poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade. Com a realização do Prêmio Nacional o Clesi cruzou as montanhas de Minas e passou a ser conhecido em todo o território Nacional.

Outro marco significativo na história do Clube, foi o lançamento do site www.clesi.com.br, que possibilitou a divulgação das atividades realizadas, bem como estreitou o contato com escritores espalhados pelo país afora.

Publicações
Em seu currículo, o Clesi tem, além da realização de concursos literários, a edição de outros livros e publicações. Os quinze anos da entidade e os primeiros quinze anos de festivais de poesia foram eternizados através da coletânea histórica “Quinze Anos de Poesia”, editada em 2000, que se tornou um marco nas atividades do Clube, apresentando 48 autores premiados no tradicional Festival Estadual de Poesia. A partir de 2001 os vencedores dos concursos passaram a integrar a Série Poesia de Bolso. Nos volumes já editados da Série, 11 ao todo, encontramos a representação da poesia que vem sendo construída por autores de várias regiões do país, que nos mostra admirável criatividade e múltiplas poéticas.

Outra publicação é o Jornal Clesi Lítero-Cultural, veículo informativo do Clube, que vem sendo editado desde 2002 e foi idealizado para a divulgação das atividades do Circuito de Literatura. De circulação nacional é um espaço aberto e convite permanente à participação de todos os poetas, escritores e demais membros do Clube.

Em 2007, a entidade inova e lança a Série Giro-Lê, atendendo a uma demanda verificada nas palestras realizadas em escolas da região. A Série tem como objetivo apoiar a produção, edição, difusão e distribuição de livros Infantis e Juvenis; de promover e incentivar o hábito da leitura e apresentar aos leitores mirins títulos produzidos por autores e ilustradores regionais. Os livros da série são utilizados como suporte de trabalho nos encontros e palestras realizadas ao longo do ano, nas Bibliotecas e Escolas do Vale do Aço e demais cidades que se inscrevem junto a entidade. O Giro-Lê conta hoje com 8 títulos lançados, sendo que o 9º volume será lançado na noite do dia 25: “O Sapinho Lelé” de Maria Aparecida Eloy.

Troféu “Professor Zezinho”

E os premiados da noite, vencedores dos concursos literários realizados em 2009, e os homenageados com o “Mérito Cultural”, recebem o troféu “Professor Zezinho”, uma justa homenagem ao Professor José Batista de Mendonça, que nos deixou em 2006.

Zezinho, Mendonça, ou Mestre, como era carinhosamente reverenciado por tantos que o respeitavam, nasceu em Formiga, mas tornou-se personagem de grande relevância para o Vale do Aço. Como Professor Universitário, lecionou nas mais importantes instituições de ensino da região e exerceu funções públicas nas Secretarias de Educação e Cultura de Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo. No período de 2005/2006 atuou como Gerente do Departamento de Cultura de Coronel Fabriciano-MG.

Foi personalidade efetiva na construção da identidade cultural do Vale do Aço e de entidades culturais e literárias da região. Entre elas, o Clube dos Escritores de Ipatinga, onde ocupou, por dois mandatos consecutivos, o cargo de Diretor de Divulgação. A Academia de Letras de Ipatinga, entidade onde foi eleito, em 2002, para nomear a Cadeira Patronal nº 39 e onde ocupava o cargo de Vice-Presidente, e a APEMT – Associação dos Poetas e Escritores do Município de Timóteo, entidade da qual foi um dos Membros Fundadores.

Deixou registrado, como um dos projetos que lhe deu maior orgulho em fazer parte, a Antologia Literária e Histórica da Academia de Letras de Ipatinga, Olhares Múltiplos, editada em 2005; uma memorável participação em livros de vários escritores do Vale do Aço, ora prefaciando-lhes as obras, ora apresentando o trabalho dos muitos escritores que o tinham como referência e como legado, os ensinamentos de homem sofisticado, mas dono de uma mineiridade única, no seu jeito simples de tratar cada um de modo atencioso e diferenciado. E como registro de sua personalidade a certeza de que: “Viver vale a pena. Não vale apenas pela própria vida, mas pelo que ‘nos’ aguarda além da vida”.

Em entrevista para a revista Caminhos Gerais (nº 1, Ano 1 – 2001) o Mestre Zezinho declarou: “Gosto da palavra ‘agente’, porque exprime corretamente a conotação de sujeito, ator do fazer cultural. Cultura não é só passado, é o particípio futuro do verbo colère-cultivar. Vocês estão construindo a cultura do ale do Aço, que será muito melhor depois de vocês, por causa de vocês”.

O Clube dos Escritores de Ipatinga é patrocinado pela Usiminas. Conta com o apoio do Usicultura e do Governo de Minas Gerais, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Para o evento do dia 25 a Entrada é Franca, mediante a retirada de ingressos na bilheteria do teatro. Informações (31) 3822.3031.

Contatos: Marilia Siqueira Lacerda – 8673.2532 – Coordenadora Geral)

Nena de Castro – 3823.3358 ( Presidente)

Marilda Lyra – 8888.1041



SERVIÇO:

CLESI 25 ANOS - 25 de junho, 20 h - Teatro do Centro Cultural Usiminas

Entrada Franca ( mediante retirada de ingressos)

Programação:

Premiação dos vencedores no 9º Circuito de Literatura
Outorga de Mérito Cultural
Abertura do 10º Circuito de Literatura
Lançamento do livro “O Sapinho Lelé”, de Maria Aparecida Eloy

LIVROS VENCEDORES DO CONCURSO REGIONAL PARA EDIÇÃO DE LIVROS
A Cobra Falante - (1994)

Limites do Ser - João Batista Trevenzoli (1996)

Poema em Carne Viva - José Carlos Aragão (1997)

Tear - Graziella Pereira (2001)

Rosa Náutica - Dalva Abrahão (2002)

Bicudinha, a formiga amiga - Angélica Vaccarini (2003)

O Outro Lado das Coisas - E. Teixeira (2006)

O Coelho Clemente – Cida Pinho (2007)

Labirintos – Nélio Martins Canedo (2007)

Os Olhos Salientes do Crocodilo – Aroldo Chagas (2007)

João Romão e o Pássaro da Ilusão – Carlos Alberto Júnior (2008)

Num instante, um haicai – Gorette de Freitas (2009)



SÉRIE GIRO-LÊ

Bicudinha vai a São Paulo – de Angélica Vaccarini, com ilustrações de Rosane Dias (2007)

Jenipapo – de J. S. Ferreira, com ilustrações de Rosane Dias (2007)

Kiko e o Tamanduá – de Ademar Pinto Coelho, com ilustrações de Jorge Inácio (2007)

Lobelzinho, Cadê a Floresta – de Dalva Abrahão, com ilustrações de L.C. Abrahão (2007)

Mariana Catibiribana – de Nena de Castro, com ilustrações de Siderlino Santiago (2007)

Belas Bailarinas – de Marília Lacerda, com ilustrações de Rosane Dias (2008) Jarbas Não Quer Voar – de João Marcos, com ilustrações de João Marcos e cores de Pablo Souza Meira (2009)

O Mundo Novo de Luluca – de Micheline Lage, com ilustrações de Maira Chiodi (2009)

“O Sapinho Lelé” - de Maria Aparecida Eloy, com ilustrações de Bruno Grossi ( 2010)

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Quinze Anos de Poesia - (2000)

Série Poesia de Bolso – 11 volumes publicados

Prosa Gerais (2006)

Jornal Clesi Lítero-Cultural – 18 edições

Informações Marilda Lyra

PUBLICIDADE

agradecimentos

Enviado por Marilia (não verificado) em sex, 09/07/2010 - 00:30.

Agradecemos a postagem e divulgação da matéria sobre os 25 anos do Clesi, que orgulhosamente é do nosso Vale do Aço, das nossas Minas Gerais e do Brasil.
abraços
Marilia


Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação

CAPTCHA
Este recurso é para previnir postagens automáticas feitas por spammers.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres mostrados na imagem.

Cultura



Política de Privacidade | Entre em contato
© 2008-2014 plox.com.br Todos os direitos reservados. Primeiro portal de notícias e entretenimento do Vale do Aço