quarta-feira, 08/07/2009

Saiba como age e para que serve a drenagem linfática

Sabe aquelas ocasiões que em poucas semanas você precisa perder medidas para caber naquele lindo vestido? Algumas sessões de drenagem linfática podem ser ótimas coadjuvantes nessa empreitada!

Hábitos errados como a má alimentação, a falta de tempo para exercícios, alterações hormonais, estresse, tabagismo e outros venenos da vida moderna favorecem a má circulação e conseqüentemente o inchaço que tanto detestamos.

A boa notícia, é que a drenagem linfática promete (e cumpre!) eliminar o excesso de líquido no nosso organismo, dando um aspecto mais fino à pele e deixando a gente mais “sequinha”. Técnica desenvolvida em 1932 pelo terapeuta dinamarquês Vodder é atualmente a mais popular no mundo e mais utilizada nas clínicas de estética.

Mais do que um recurso estético, a drenagem linfática manual tem um papel terapêutico, pois melhora a circulação como um todo, atenuando problemas vasculares e de retenção hídrica como no caso da celulite; e ajuda combater edemas e hematomas, sendo muito indicada no pós-operatório de cirurgias plásticas e na gestação. É também um potente auxiliar no tratamento da gordura localizada, pois atua eliminando o excesso de liquido dos locais propensos ao acumulo de gordura como nas coxas e no abdômen.
 

A massagem é bem suave (diferente das modeladoras) e direcionada ao sistema linfático - uma rede complexa de vasos que transportam fluidos através do corpo, acelerando e ativando a circulação da linfa; líquido que percorre os vasos linfáticos, transportando anticorpos, substâncias orgânicas e inorgânicas, assim como resíduos e toxinas para serem eliminados. Possui uma viscosidade semelhante ao plasma sanguíneo.

A drenagem linfática atua efetivando esse mecanismo; encaminhando o líquido em excesso para a circulação sanguínea.

A massagem é feita através de movimentos leves, seguindo o caminho dos vasos linfáticos até os gânglios em dois processos: a evacuação, que desobstrui os gânglios e as vias linfáticas, e a captação, que realiza a drenagem propriamente dita. Não deve ser uma massagem dolorida. A drenagem é feita sem muita pressão para que o líquido que se encontre fora dos vasos seja lentamente absorvido, respeitando o fluxo lento das linfas.
 

Universo On Line



Política de Privacidade | Entre em contato
© 2008-2015 plox.com.br Todos os direitos reservados. Primeiro portal de notícias e entretenimento do Vale do Aço