domingo, 23/08/2009

Saiba como corrigir sua postura e se livrar da dor nas costas!

Quantas vezes você ouviu sua mãe buzinando na orelha “Olha a postura!” e, com raiva, saiu reclamando pelos cantos? Apesar de você achar que é tudo chatice, a má postura pode trazer graves conseqüências, como “processos inflamatórios musculares, popularmente conhecidos por ‘travamento da coluna’, e até desgaste prematuro, além de deformidades, como escoliose [coluna em forma de ‘S’] ou cifose [corcunda]”, explica o médico Alberto Ofenhejm Gotfryd, membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e da Sociedade Brasileira de Coluna.

A má postura é comum tanto em adultos como em adolescentes; mas, com você, aconteceu – ou vai acontecer – na fase do estirão, quando existe uma transformação abrupta no corpo, que leva a alterações no centro de gravidade e no equilíbrio corporal. “Durante essa fase de adaptação, o jovem pode apresentar desvios posturais ou parecer desengonçado”, acrescenta o ortopedista.

Mas antes de reclamar da dor nas costas, você deve, em primeiro lugar, passar menos tempo na frente do computador e mais tempo se exercitando.“A inatividade física traz consequências indesejadas em praticamente todos os órgãos do corpo humano. O adolescente deve saber dividir seu tempo e utilizar a internet como uma ferramenta de comunicação e lazer, sem ser refém dela”, recomenda o médico.

Que exercícios fazer?

Dor frequente nas costas não é normal e pode ser sinal de sobrecarga mecânica ou doenças da coluna vertebral ou dos órgãos internos. Não hesite em procurar auxílio médico! Se você tem o costume de ficar muito tempo sentado na escola, mantenha a postura com o menor gasto energético possível. Uma dica é colocar os pés embaixo da cadeira ou, de tempos em tempos, apoiar a coluna na cadeira.

Mas, o mais importante é achar um esporte que você faça com prazer e com certa frequência. Já experimentou exercícios aeróbicos como natação, corrida e bicicleta ergométrica? Eles melhoram a função muscular da coluna e aliviam as dores indesejáveis. “Os esportes de baixo impacto como pilates, yoga, musculação e alongamento são muito indicados para problemas posturais”, esclarece Carolina Gallon, fisioterapeuta da Fitsport Academia.

O alongamento muscular deve ser feito continuamente para aumentar a flexibilidade e a consciência corporal. A especialista ainda ressalta que a musculação deve ser feita com critérios e, de preferência, com um profissional ao lado. “Exercícios abdominais e de fortalecimento lombar são ótimos para a correção postural e para evitar aquela barriguinha saliente que surge devido à má postura”, adiciona.

Existem diferentes tipos de terapia para a educação postural que visam alongar e fortalecer os músculos peitorais, abdominais, do dorso e dos membros. “Essas atividades devem servir como um complemento às atividades esportivas e não como substitutas”, salienta Gotfryd. Veja só!

• Cinesioterapia: São exercícios de fortalecimento e alongamento muscular.
• Pilates: Visa melhorar a flexibilidade, a consciência corporal, o equilíbrio e a força.
• RPG (Reeducação Postural Global): É o treinamento contínuo por meio do controle motor e postural, que procura corrigir a postura.

Autocura

Além de todas essas possibilidades para corrigir a postura e eliminar de vez aquela dorzinha chata, existe a autocura. Você já ouviu falar? Esse método foi criado pelo ucraniano Meir Schneider, na década de 1970, e chegou ao Brasil, em 1989, pelas mãos de Beatriz Nascimento, professora do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade de São Carlos. Ela é portadora de distrofia muscular e, por isso, decidiu buscar ajuda no método de Meir Schneider em São Francisco, nos Estados Unidos.

“É um processo de descoberta de capacidades inerentes ao próprio organismo. Temos 600 músculos no corpo e, normalmente, usamos apenas 50. Essa técnica procura mostrar que há maneiras diferentes e variadas de fazer o corpo funcionar, recrutando um potencial adormecido pelo hábito e mau uso”, afirma Maria Fernanda Leite, terapeuta visual e instrutora do Método Meir Scheider Self-Healing.

Em primeiro lugar, você precisa ter força de vontade para mudar sua postura; o terapeuta é apenas um educador. Só assim será dado um programa de exercícios – para você conseguir fazer sozinho em casa – que vai servir tanto para mostrar os seus limites, como para transformá-los.“Para construir um corpo forte e saudável, cada parte trabalha isoladamente compondo o todo. A coluna vertebral é formada por vários ossos articulados, que devem manter a independência para poder conferir essa fluidez”, diz a terapeuta.
Se quiser tentar um exercício muito bom em casa, é só andar de costas! “Com isso, usamos músculos diferentes em relação ao nosso padrão de movimentação, dando ao cérebro a informação de que mais músculos podem funcionar”, explica Maria Fernanda Leite. Aliás, a circulação e a respiração são a base para tudo! “Músculos tensos formam uma couraça e impedem que o oxigênio chegue adequadamente aos vasos sanguíneos mais fininhos”, finaliza.

Cuide bem da sua saúde! Uma boa postura dá desenvoltura, amplidão de movimento, boa coordenação e relaxamento sustentado por bom tônus muscular. Depois de ler essa reportagem, saia um pouco da frente do computador e vá se exercitar com os seus amigos. Que tal?

Você tem problemas de coluna? Costuma andar encurvado? O que faz para mudar? Conte tudo para a gente!


Ig.com
 



Política de Privacidade | Entre em contato
© 2008-2015 plox.com.br Todos os direitos reservados. Primeiro portal de notícias e entretenimento do Vale do Aço