quarta-feira, 13/11/2013

Acusados de integrarem gangue do “Morro do Carmo” são presos em Fabriciano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

morro do carmo

CORONEL FABRICIANO – Denúncias anônimas levaram os policiais do 58º Batalhão de Polícia Militar de Fabriciano, até uma residência situada na rua Cinco, Beco 4, no Bairro Nossa Senhora Da Penha, região conhecida como Morro do Carmo.

A denúncia era de que o local estaria sendo usado como ponto de consumo e venda de entorpecentes.

Aproximadamente 15 policiais cercaram o local e foram apreenderam dois menores de idade. dois maiores, Cristiano Junio Lincoln Soares, 23 anos e Jair de Oliveira Fernandes Junior, 22 anos, foram presos.

Jair de Oliveira começou a cantar e rir ao ser questionado sobre o ocorrido

 

Segundo contam os policiais, ao proceder às buscas no interior da residência, foi localizada uma arma de fogo de cal.38 municiada com cinco cartuchos intactos e com a numeração suprimida. Dando continuidade às buscas, foram localizadas várias pedras de uma substancia análoga a crack, embaladas e prontas para a comercialização. Foram localizados ainda várias munições, uma balança digital e vários outros produtos usados no manejo de drogas.

Os suspeitos, ao avistarem os policiais tentaram fugir do local, mas foram alcançados e detidos. Após serem encaminhados para a Delegacia de Policia Civil , em entrevista para o PLOX, eles se demonstravam sarcásticos, mesmo diante da autoridade policial.

Um deles, menor de idade, disse que “eu mando no mundo mais do que Jesus. Eu decido quem vive e quem morre”.

Um dos policiais militares que participaram da prisão, disse que todos os detidos, até mesmo os menores de idade, já são contumazes na prática de delitos.

Ele disse que eles estariam exibindo armas de fogo e que são pessoas de alta periculosidade, sendo eles suspeitos de terem participação em no mínimo três homicídios na região.


A  arma apreendida será periciada, para apurar se a mesma já teria sido usada no em  homicídios dos quais são suspeitos de terem praticado.

Na Delegacia

Cristiano Cristiano Junio e seu amigo foram autuados pelo delegado.

 

O delegado de Polícia Civil, João Luiz, autuou Cristiano Junio Lincoln Soares, 23 anos e Jair de Oliveira Fernandes Junior, 22 anos, por tráfico de drogas, porte ilegal de armas, associação ao tráfico e corrupção de menores. Eles já se encontram presos na cadeia da cidade. Os menores foram liberados.

Há relatos de que assim que liberados, os menores de idade, chegaram no Morro do Carmo, articulando e planejando o assassinato de algumas pessoas, como haviam prometido durante a entrevista.

Polícia



Política de Privacidade | Entre em contato
© 2008-2015 plox.com.br Todos os direitos reservados. Primeiro portal de notícias e entretenimento do Vale do Aço