seg, 20/03/2017 - 15:46

Papa pede perdão a Deus pelos horrores cometidos pela Igreja em Ruanda

O massacre , que deixou cerca de 800 mil mortos, a maioria pertencente à minoria tutsi, foi realizada pela maioria hutu ante a total indiferença do resto do mundo

Publicidade
O papa Francisco implorou perdão a Deus pelos horrores cometidos pela Igreja em Ruanda, em 1994, no encontro que manteve nesta segunda-feira (20) no Vaticano com o presidente ruandês Paul Kagame.

"Imploro o perdão a Deus pelos pecados e faltas da Igreja e de seus membros, entre eles padres, religiosos e religiosas, que cederam ao ódio e à violência, traíram sua missão evangélica", afirmou o Papa ao referir-se ao genocídio em Ruanda que, em 1994, deixou cerca de 800 mil mortos.
O Papa, que se reuniu por 20 minutos a portas fechadas com o presidente Ruanda, havia oferecido em 2014 o apoio da Igreja católica para a reconciliação em Ruanda por ocasião dos 20 anos de genocídio.

Publicidade
Publicidade

O massacre de quase um terço da população de Ruanda, a maioria pertencente à minoria tutsi, foi realizada pela maioria hutu ante a total indiferença do resto do mundo.
Diante do presidente africano, o Papa voltou a recordar, como fez em 2014, as vítimas do genocídio.

"Manifesto a profunda dor, da Santa Sé e de toda a Igreja, pelo genocídio contra os tutsi e expresso solidariedade às vítimas e a todos que padeceram por esses trágicos eventos", afirmou o chefe da Igreja, segundo a nota divulgada pelo Vaticano.

Francisco também recordou o gesto de João Paulo II durante o Jubibeu de 2000, quando, pela primeira vez, pediu perdão pelos horrores cometidos pelos membros da Igreja.
Cerca da metade dos ruandeses são atualmente católicos, a outra metade recorreu às igrejas pentecostais depois do genocídio.

Fonte:http://www.otempo.com.br/capa/mundo/papa-pede-perd%C3%A3o-a-deus-pelos-h...

qua, 16/08/2017 - 15:44

Padre Marcelo Rossi diz lutar contra ‘forças diabólicas’

Acusado de plágio, padre usou rede social para se pronunciar
qua, 09/08/2017 - 13:33

Fábio de Melo fala sobre síndrome: 'estou vivendo um período díficil'

"Não me sinto vítima. Não gosto desse 'ai, coitadinho, tá cansado'. Quero continuar minha vida e fazer o que eu faço", disse Melo
qua, 09/08/2017 - 12:17

Papa Francisco envia carta a casal gay brasileiro sobre batismo dos filhos

O pontífice desejou felicidades e 'abundância de graças divinas' à família
dom, 23/07/2017 - 11:03

Pastoral reaproxima gays da Igreja e ‘cura’ dor da exclusão

Grupo da diversidade sexual é o primeiro a funcionar em BH, dentro do Santuário São Judas Tadeu