qui, 16/03/2017 - 23:33

Após 22 meses de queda, Caged tem em fevereiro primeiro resultado positivo

Segundo presidente Michel Temer o resultado positivo indica 'sinais de retomada da economia brasileira'.

O presidente Michel Temer anunciou nesta quinta-feira, 16, que a economia brasileira criou 35.612 novas vagas de emprego formal no mês de fevereiro. Esse foi o primeiro resultado positivo após 22 meses seguidos com queda do número de empregos formais - desde março de 2015. Para os meses de fevereiro, esse é o primeiro resultado positivo desde 2014, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O número foi comemorado por Temer. "É preciso começar e o começo veio por essa notícia que estou dando a vocês."

"Vocês sabem que a economia brasileira volta a crescer e os sinais desse fato são cada dia mais claros. Em fevereiro, por exemplo, o número de empregos formais de 35.612 vagas", disse Temer em uma entrevista coletiva convocada no fim da manhã para a divulgação dos dados.

Para o presidente da República, o número representa "o começo depois de 22 meses negativos". Ele destacou que a reação do mercado de trabalho dá possibilidade de vida digna aos mais de 35 mil brasileiros que retornaram ao mercado de trabalho formal.

A divulgação dos dados sobre o mercado de trabalho em fevereiro estava prevista originalmente para o dia 20 de março, mas acabou sendo 

Fonte:http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2017/03/16/internas_economia,8...



qui, 17/08/2017 - 11:06

Consulta ao 13º do INSS liberada na sexta

Aposentado pode verificar contracheque com antecipação de 50% do abono
qui, 17/08/2017 - 10:51

Mais de 26 milhões de trabalhadores estão desempregados ou subocupados, revela IBGE

Dados foram divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE)
qua, 16/08/2017 - 21:28

Câmara aprova prioridade para professores na restituição do IR

Com a medida, após os idosos, professores entrarão no topo da lista da restituição
qua, 16/08/2017 - 12:13

Motoristas recorrem de multas de trânsito absurdas, mas recursos são indeferidos

Alguns casos parecem evidenciar um possível erro dos órgãos de trânsito e que deveriam ser resolvidos com um simples pedido de anulação das multas se tornam um verdadeiro martírio na vida dos condutores