sex, 17/03/2017 - 19:16

Petrobras reajusta preço de botijões de até 13 kg em 9,8% em média

O reajuste entra em vigor à zero hora da próxima terça-feira (21)

A Petrobras informa que reajustará os preços do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial vendido em botijões de até 13 kg em 9,8%, em média. O reajuste entra em vigor à zero hora da próxima terça-feira (21).

O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados pela Petrobras sem incidência de tributos. Se for integralmente repassado aos preços ao consumidor, a companhia estima que o botijão de 13 kg pode subir 3,1% ou cerca de R$ 1,76 por botijão, isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos. A empresa destaca ainda que o último reajuste feito por ela ocorreu em 1 de setembro de 2015

A correção atual não se aplica ao GLP destinado a uso industrial "Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores", ressalta a empresa.

Fonte:http://www.otempo.com.br/capa/economia/petrobras-reajusta-pre%C3%A7o-de-...



qui, 17/08/2017 - 11:06

Consulta ao 13º do INSS liberada na sexta

Aposentado pode verificar contracheque com antecipação de 50% do abono
qui, 17/08/2017 - 10:51

Mais de 26 milhões de trabalhadores estão desempregados ou subocupados, revela IBGE

Dados foram divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE)
qua, 16/08/2017 - 21:28

Câmara aprova prioridade para professores na restituição do IR

Com a medida, após os idosos, professores entrarão no topo da lista da restituição
qua, 16/08/2017 - 12:13

Motoristas recorrem de multas de trânsito absurdas, mas recursos são indeferidos

Alguns casos parecem evidenciar um possível erro dos órgãos de trânsito e que deveriam ser resolvidos com um simples pedido de anulação das multas se tornam um verdadeiro martírio na vida dos condutores