qua, 11/01/2017 - 14:55

Na TV, Sabrina Sato revela por que gosta de andar pelada em casa

Sabrina Sato será entrevistada por Ingrid Guimarães na volta do programa Além da Conta, no canal GNT

Sabrina Sato será entrevistada por Ingrid Guimarães na volta do programa Além da Conta, no canal GNT. A quarta temporada estreia hoje (11), às 22h30. Em tempos de crise, a atração sobre consumo não sai do país e vai pechinchar no comércio popular do Bom Retiro, na região central de São Paulo.

Durante as compras, a apresentadora da Record revela que adora andar pelada ou com trajes ousados. "Minha terapeuta acha que é porque eu fui baranga na adolescência. Eu era mesmo esquisita, parecia uma lombriga. Imagina: japonesa, magra, com essa verruga na testa e narigão?", diz Sabrina.

A mestiça fala também do namoro com o ator Duda Nagle e como faz para manter seus pés no chão na hora de consumir. "A Sabrina é a única gostosa que a gente não tem raiva. É tão simpática que a gente não liga para essa bunda dela", brinca Ingrid Guimarães.

A apresentadora conta que tentou levar Sabrina para Miami e Nova York, nos Estados Unidos, em temporadas passadas do Além da Conta, mas não conseguiu por causa da agenda dela. "São três anos tentando gravar o programa com a japonesa. Fiquei próxima dela, que é uma pessoa muito autêntica", fala Ingrid.

Cachaça com Chay Suede
Fábio Porchat é o segundo entrevistado da nova temporada. Eles garimpam novidades na Galeria Pagé, também na região central da capital paulista. O terceiro episódio conta com Preta Gil no Mercadão de Madureira, no Rio de Janeiro. A apresentadora adianta ainda que tomou cachaça de jambu com Chay Suede.

Ela volta às novelas neste ano, justamente como mulher de Suede em Novo Mundo, próxima novela das seis da Globo. "A gente gravou pouco, mas ele é um príncipe. Gostei tanto dele que já o convidei para participar do Além da Conta. Foi ele quem propôs ir para Feira de São Cristovão [Rio de Janeiro]", adianta Ingrid.

Morena, com cabelos pretos, Ingrid fará a atriz portuguesa Elvira Matamouros. Ela e o personagem de Suede (Joaquim Martinho) são da mesma companhia.

"Ele vem para o Brasil, e eu por amor venho atrás dele. Esse papel acabou com minha vaidade, não posso fazer as unhas nem sobrancelhas. Não tem muita maquiagem e ainda usarei aplique."

Brasileiro sem dinheiro
Ingrid fala ainda sobre a diferença desta temporada do Além da Conta ser gravada no Brasil. "É o crediário, essa mania que o brasileiro tem de dividir tudo em várias vezes. Mas trouxemos como diferencial mesmo o consumo popular. Este ano fazer o programa fora não combinava com a atual situação do país".

Para a apresentadora, foi mais fácil gravar aqui porque o brasileiro gosta de receber, oferece brinde, cafezinho e até pão de queijo. Mas ela diz que levar duas celebridades (ela e o convidado) para o comércio popular exige uma logística maior da produção.

Ingrid participa de todas as etapas do Além da Conta, desde a escolha dos convidados à finalização de cada episódio. "Não convido gente chata. Convido gente que admiro, que tem a ver comigo. Não sou jornalista, né? É um programa muito pessoal. Eu sou uma interessada no outro. A única exigência que temos também como critério é que o convidado tem de ser consumista", confidencia.

O programa tem sete novos episódios. Ingrid diz que a quinta temporada não está confirmada, mas sonha em continuar viajando com a atração.

 

Fonte:http://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/televisao/na-tv-sabrina-sato-reve...

sex, 28/04/2017 - 09:38

Após ensaio nu, Luana Piovani critica Playboy: "Não foram éticos"

No vídeo, a atriz também lamenta o caso de assédio envolvendo o empresário da revista
qui, 27/04/2017 - 22:19

Figurinista não vai processar José Mayer

“Considerando as diversas mensagens recebidas originárias desta delegacia visando a possível apuração dos fatos, informa que não deseja representar criminalmente em face de José Mayer”.
qui, 27/04/2017 - 16:22

Resgate da “música caipira” no Shopping Vale do Aço

Noite Sertaneja no Shopping Vale do Aço com  Luizinho da Viola
qui, 27/04/2017 - 15:30

Conheça Sara e Nina, drag queens que protestaram no Congresso Nacional

A intervenção artística, cujo repertório incluiu a canção "Divino Maravilhoso", de Caetano Veloso, teve como objetivo chamar atenção para a falta de representatividade das minorias na política.