sex, 20/11/2015 - 08:40

Vereador fabricianense apresenta demandas durante encontros em Belo Horizonte

O vereador reunindo-se com representantes do governo do Estado, em Belo Horizonte

O vereador Marcos da Luz (PT) reunindo-se com representantes do governo do Estado, nessa quinta-feira (19), na Cidade Administrativa, em BH, para debater sobre a geração de emprego e renda em Coronel Fabriciano.

O vereador esteve com a presidente da Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais (Utramig), Liza Prado. Ele afirma ter solicitado a inclusão de Coronel Fabriciano nos programas da estatal.
De acordo com o parlamentar, ficou acertada a oferta de cursos gratuitos de qualificação, visando mitigar a situação de vulnerabilidade social e o quadro de violência urbana no município, com a formação de mão de obra preparada para o mercado de trabalho. Um dos primeiros cursos deverá ser o de brigadista.

Marcos também se reuniu com o subsecretário de Estado de Trabalho e Emprego, Antônio Lambertucci, a quem propôs que a cidade seja incluída no Plano Estadual de Economia Popular Solidária (EPS), com vistas a ser contemplada com a implantação de um ponto fixo de comercialização dos produto de EPS do grupo de artesãos do Município, denominado "Arte Minas Fabri".

"Em tempos de crise, a qualificação profissional e cooperativismo se fazem ainda mais relevantes. Acredito que, desta maneira, vamos assegurar o fortalecimento e a perenidade do grupo, que vem se qualificando e aprimorando os seus trabalhos manuais", argumentou, ao entregar um catálogo de atividades dos artesãos.

Por fim, o vereador Marcos da Luz apresentou à diretora de Gestão de Rede Física da Secretaria de Estado da Educação, Rosângela Zuba, pleito de liberação de recursos para a reforma e ampliação da Escola Estadual Celina Machado, do bairro Santa Terezinha II, o que deve ocorrer no início de 2016.

qui, 27/07/2017 - 10:28

Governo Temer é aprovado por 5% e reprovado por 70%, diz Ibope

Índice de entrevistados que consideram governo 'regular' é de 21%. Pesquisa foi encomendada pela CNI e ouviu 2.000 eleitores entre 13 e 16 de julho; margem de erro é de 2 pontos.
qui, 27/07/2017 - 09:29

Lei que cria cargos sem concurso no Ministério Público de MG é sancionada

A instituição terá 800 novos cargos de assessores de procuradores e promotores para livre nomeação e exoneração
qua, 26/07/2017 - 17:55

Governo pode adiar reajuste a servidores federais em 2018

No primeiro semestre, a despesa de pessoal cresceu 11,3% acima da inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)
qua, 26/07/2017 - 15:13

Janot defende que STF mantenha Eduardo Cunha na prisão

O procurador-geral da República destacou haver uma clara reiteração de pedidos, o que não seria permitido