qui, 22/12/2016 - 06:54

Governo decide autorizar saque do FGTS para pagamento de dívidas

Medida, que tem sido estudada pela equipe econômica, será detalhada pelo governo nesta quinta (22), juntamente com propostas para a área trabalhista.

O governo federal decidiu autorizar o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para o pagamento de dívidas. A medida, que já vinha sendo estudada pela equipe econômica, será detalhada nesta quinta-feira (22) juntamente com propostas para a área trabalhista.

Na semana passada, o governo já havia anunciado outras mudanças no fundo, entre as quais a autorização para o trabalhador receber metade do rendimento apurado anualmente pela aplicação.

Além disso, o governo divulgou a redução da multa adicional de 10% paga pelos empregadores quando o trabalhador é demitido sem justa causa.

Segundo a colunista Cristiana Lôbo, o governo já definiu pelo menos três pontos para propor na reforma trabalhista que ainda deverá ser enviada ao Congresso Nacional:

  • Prevalecer o negociado sobre o legislado;
  • Jornada semanal de 48 horas, podendo ser cumpridas em 4 dias;
  • Tornar permanente o Programa de Proteção ao Emprego (PPE), no qual é permitida a redução da jornada e do salário do trabalhador em até 30% sem que haja demissão.

Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/governo-decide-autorizar-saque-do-f...

sab, 24/06/2017 - 13:56

Governo Temer tem reprovação recorde e maioria quer sua renúncia

Segundo pesquisa do Datafolha, apenas 7% da população considera o governo do peemedebista 'ótimo' ou 'bom'
sab, 24/06/2017 - 10:50

Governo estuda usar FGTS no lugar do seguro-desemprego

A medida foi divulgada pelo jornal O Globo e, segundo Meirelles, está em “fase embrionária”
sex, 23/06/2017 - 23:00

Polícia investiga envio de envelope com cocô a Rodrigo Maia

No início da semana, um envelope com fezes foi recebido por um funcionário do gabinete do presidente da Câmara
sex, 23/06/2017 - 14:09

Governo publica mais um lote de nomeações de 2.250 servidores para Educação

Com a nova publicação, na edição deste sábado (24/6) do Diário Oficial, número de nomeados desde 2015 chega a 47.355. Só em 2017 foram 10.250 servidores