dom, 19/03/2017 - 12:05

Aécio Neves é campeão de pedidos de investigação na lista de Janot

De acordo com a coluna Expresso, da revista Época, o depoimento de Henrique Valladares, ex-executivo da Odebrecht, é devastador para o tucano.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) lidera a lista de pedidos de abertura de investigação entregues pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF). A relação de nomes que são alvo de inquérito com base nas delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht foi entregue ao Supremo na semana passada.

De acordo com a coluna Expresso, da revista Época, o depoimento de Henrique Valladares, ex-executivo da Odebrecht,  é devastador para o tucano. Valladares revelou que Aécio recebeu propina numa conta secreta em Cingapura em nome de um amigo. O ex-executivo afirma que Aécio tinha esquema com Dimas Toledo, ex-dirigente de Furnas. O pagamento em Cingapura foi vinculado a benefícios obtidos pela empreiteira em Furnas, diretamente a investimentos no Rio Madeira.

De acordo com as delações, o senador do PSDB também é acusado de receber propina nas obras da Cidade Administrativa, sede do governo de Minas Gerais. Uma das parcelas da propina foi entregue numa concessionária da capital mineira que pertence a Oswaldo Borges, uma espécie de tesoureiro informal do tucano, segundo a revista. Quem relatou o acerto do pagamento da propina foi Sérgio Neves, ex-executivo da Odebrecht.

Na lista dos pedidos de inquérito que Rodrigo Janot enviou ao Supremo na terça-feira (14) há pelo menos cinco ministros do governo de Michel Temer. Há 83 pedidos de abertura de inquérito, a partir dos acordos de colaboração premiada firmados com 77 executivos e ex-executivos das empresas Odebrecht e Braskem. Também foram solicitados 211 declínios de competência para outras instâncias da Justiça, nos casos que envolvem pessoas sem prerrogativa de foro, além de sete arquivamentos e 19 outras providências.

Fonte:http://m.jb.com.br/pais/noticias/2017/03/19/aecio-neves-e-campeao-de-ped...

sab, 25/03/2017 - 12:37

Geraldo Hilário nomeia novos secretários

Portaria define titulares da Administração e Educação
sab, 25/03/2017 - 11:22

Vazamentos da Odebrecht complicam chapa Dilma-Temer, Lula, ministro Padilha e partidos

De acordo com Marcelo Odebrecht, a empreiteira doou R$ 150 milhões à campanha de Dilma-Temer em 2014, incluindo R$ 50 milhões como contrapartida de uma medida aprovada no Congresso em 2009 de interesse da construtora.
sab, 25/03/2017 - 10:26

MPT pede a Temer veto integral ao projeto da terceirização

Em nota técnica, procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, diz que prática fragiliza a efetividade dos direitos fundamentais dos trabalhadores previstos na Constituição
sex, 24/03/2017 - 21:51

Governo suspende abertura de concursos por tempo indeterminado em MG

Medida foi adotada para acatar o parecer da Advocacia Geral do Estado (AGE), uma vez que a despesa total com pessoal do Estado está ultrapassando os 49% permitidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal